Covid-19. Almada tranquila quanto a reforço de vigilância

14 ago, 2020 – 12:51 • André Rodrigues

Inês Medeiros diz vigilância já podia ter sido reforçada. Foto: Nuno Ferreira Santos

Na quinta-feira, o Conselho de Ministros aprovou a prorrogação da situação de contingência na Área Metropolitana de Lisboa e de alerta no resto do país, até às 23h59 de 31 de agosto.

A presidente da Câmara de Almada reage com tranquilidade à inclusão do concelho na lista de municípios da Grande Lisboa que vão ter vigilância reforçada, através das equipas multidisciplinares de combate à Covid-19.

A notícia é avançada nesta sexta-feira pelo jornal “Público”, segundo o qual a medida se estende ao Seixal, ao Barreiro, à Moita, a Setúbal e a Vila Franca de Xira.

Rui Portugal, responsável pelo gabinete de intervenção para a supressão da Covid-19 em Lisboa e Vale do Tejo e subdiretor da Direcção-Geral da Saúde, alega que a elevada densidade populacional e os níveis socioeconómicos instáveis representam risco acrescido de casos de infeção pelo novo coronavírus.

Confrontada pela Renascença com este retrato, Inês Medeiros reconhece que “Almada tem, de facto, uma grande diversidade de situações, mas é importante salientar que, independentemente dessa diversidade, ou de ser o concelho mais populoso da margem esquerda do Tejo – e essa é uma situação conhecida há muito – tem sido possível lidar com a pandemia de forma controlada”.

vEJA MAIS EM ::::> RR Renascensa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

Create your website at WordPress.com
Iniciar
%d bloggers like this: